Ranking Abape › Regulamento


ARTIGO 1º – DA ORGANIZAÇÃO

  • O RANKING ABAPE foi criado por sua diretoria.
  • Cabe a diretoria da ABAPE a organização, coordenação e administração do ranking.

ARTIGO 2º – DOS OBJETIVOS

  • Preservação das espécies no Estado da Bahia.
  • Mostrar a importância do pesque e solte.
  • Incentivar a consciência ambiental entre os pescadores.
  • Promover o lazer e a confraternização entre os amantes da Pesca Esportiva.
  • Promover as atividades náuticas com observação das leis de Marinha e atitudes de Conservação Ambiental.

ARTIGO 3º – DA COMISSÃO JULGADORA

  • À Comissão Julgadora cabem os trabalhos de JULGAMENTO E VALIDAÇÃO dos peixes de acordo este regulamento.
  • A comissão julgadora deve ser formada por sócios e membros da Diretoria da ABAPE.

ARTIGO 4º – DO RANKING ABAPE E SUAS REGRAS

  • O RANKING ABAPE terá classificação do 1º ao 10º colocado por espécie válida nas principais categorias.
  • Haverá uma categoria especial para outras espécies (CATEGORIA GERAL), fora as categorias principais já mencionadas.
  • Na categoria GERAL será homologado apenas 1 peixe por espécie.
  • Qualquer espécie de água doce ou salgada será válida, desde que a comissão julgadora não tenha dúvidas da sua identificação, e que seja possível a medição na régua oficial da ABAPE, que terá um comprimento máximo de 150 cm.
  • O pescador deve tirar uma foto do peixe na régua, de cima para baixo, sem iscas, alicates, mãos, ou qualquer outro objeto junto ao peixe que possa gerar dúvidas a respeito da medição.
  • O vídeo deve iniciar com o peixe na régua e ser concluído com o peixe sendo solto e nadando naturalmente de volta ao seu habitat. Algumas espécies de peixes oceânicos também podem ser soltos de forma que sejam arremessados de cabeça na água para auxiliar a oxigenação.
  • Recomenda-se que durante a gravação do vídeo seja anunciada a frase “RANKING ABAPE”.
  • Enviar vídeos e fotos para análise e validação para o e-mail ranking@abape.com.br ou para os grupos de pesca no Whatsapp a serem divulgados.
  • Durante a filmagem é permitido usar as mãos para conter peixes que venham a debater-se na régua. As mãos devem ser posicionadas na parte central do peixe deixando livres a sua boca e calda para melhor visualização da régua. Interferências na visualização da régua são de inteira responsabilidade do pescador.
  • Os peixes devem ser capturados exclusivamente com iscas artificiais.
  • O RANKINK ABAPE é livre podendo ser pesca embarcada ou desembarcada com linhas de diâmetro livre; mono ou multifilamento, carretilhas ou molinetes.
  • Tamanhos mínimo para ROBALO: Definição IBAMA
    • Robalo Flecha (Centropomus Undecimales) – medida mínima de captura 50 cm.
    • Robalo Peva ( Centropomus Parallelus) – medida mínima de captura 35 cm.
  • Tamanho mínimo para TUCUNARÉ: Definição da comissão organizadora.
    • Tucunaré Pinima (Cichla Pinima) – medida mínima de captura 40 cm.
    • Tucunaré Amarelo (Cichla Kelberi) – medida mínima de captura 25 cm.
  • Tamanho mínimo para XARÉU: Definição da comissão organizadora.
    • Xaréu Olhudo ou Graçaim (Caranx latus) – medida mínima de captura 50 cm.
    • Xaréu Amarelo (Caranx hippos) – medida mínima de captura 50 cm.
  • Os peixes devem ser capturados dentro do estado da BAHIA. É dever do pescador comprovar que o peixe foi pescado dentro do estado. Se houver dúvidas e for solicitado, o pescador deverá disponibilizar fotos, referências de GPS , ou qualquer outra forma de comprovação.
  • Em caso de empate será considerado o peixe que for enviado primeiro na colocação superior.
  • O PEIXE DEVE SER MEDIDO DA EXTREMIDADE FRONTAL DO LÁBIO INFERIOR COM A BOCA FECHADA ATÉ A PARTE CENTRAL DA CAUDA QUE DEVE ESTA ABERTA DE ACORDO IMAGENS ILUSTRATIVAS NA RÉGUA.
  • Não haverá medições dentro das casas decimais dos cm. Exemplares com medidas intermediárias serão aproximados para o menor valor inteiro em cm. Por exemplo exemplares medindo 62,3 cm, 62,5 cm e 62,8 cm; serão todos homologados com 62 cm, utilizando como critério desempate a ordem de envio à comissão julgadora.
  • Deve ser usada na medição apenas a Régua Oficial homologada pela ABAPE.
  • A numeração da régua deve aparecer de forma legível e clara nas fotos e vídeos sem deixar margem de dúvidas para a comissão organizadora.
  • A régua de medição deve ser colocada em superfícies planas no momento da medição.
  • O peixe só será homologado como recorde se o sócio estiver em dias com as mensalidades.

ARTIGO 5° – INSCRIÇÃO

  • O RANKING ABAPE não tem taxa de inscrição ou fins lucrativos. O sócio que esteja em dias com a tesouraria, pode solicitar a régua oficial da ABAPE SEM NENHUM CUSTO.
  • O sócio tem direito a apenas uma unidade de régua sem custos, tendo a necessidade de outra unidade o sócio pode adquirir junto a tesouraria pelo valor vigente.

ARTIGO 6° – PREMIAÇÃO e CERTIFICADOS

  • No final de cada ano, serão premiados os 03 (três) primeiros colocados das espécies Tucunaré Pinima (Cichla Pinima), Tucunaré Amarelo (Cichla Kelberi), Robalo Flecha (Centropomus Undecimalis), Robalo Peva (Centropomus Parallelus), Xaréu Amarelo (Caranx hippos) e Xaréu Olhudo (Caranx latus) como melhores do ano.
  • Em Janeiro de 2019 receberão o Certificado de Recordista Baiano os sócios que pescaram os maiores exemplares de cada espécie. A medida que os recordes forem superados, nova homologação será feita e emitido novo certificado para o novo recordista.
  • Serão entregues premiação(troféus e medalhas) aos sócios participantes do ranking e certificados de Homologação aos sócios recordistas.

ARTIGO 7° – DA HOMOLOGAÇÃO

  • Após o recebimento do vídeo a comissão organizadora tem um prazo de Até 60 dias para avaliar as informações e decidir pela homologação.
  • Após decidido pela homologação a comissão organizadora tem um prazo de até 45 dias para envio do certificado de homologação e publicação no site da ABAPE.

ARTIGO 8° – OBRIGAÇÕES DOS PARTICIPANTES

  • Cumprir e fazer cumprir o regulamento.
  • Medir e manusear o peixe de forma correta sob pena de desclassificação.
  • Soltar o peixe após a medição de forma que ele volte ao seu habitat nadando naturalmente, sob pena de desclassificação.

PARÁGRAFO ÚNICO

  • O envio do vídeo implica em que o participante tenha conhecimento e concorde com todo o conteúdo deste REGULAMENTO.
  • O participante autoriza o uso das suas imagens pela ABAPE.
  • Qualquer descumprimento deste regulamento poderá acarretar penalidades desde advertência até a sumária desclassificação, a critério da comissão organizadora.
  • Eventuais mudanças nesse regulamento poderão ser feitas pela Comissão organizadora, desde que anunciado aos participantes.
  • Casos omissos neste regulamento serão decididos pela Comissão organizadora.
  • É exclusivo para sócios da ABAPE. Torne-se um!

ERRATA – Na impressão das 50 primeiras réguas Oficiais ABAPE ocorreu um erro de redação onde está escrito “A medida corresponde ao comprimento que vai da extremidade da boca fechada ao limite da cauda aberta.”

Leia-se: “os peixes devem ser posicionados na régua de acordo com a imagem ilustrativa.”

Solicite sua Régua Gratuitamente